APARTAMENTOS PEQUENOS

JANELA – MODELOS E TIPOS
02/08/2017
Porta – Modelos e tipos
27/11/2017

Projeto Ana Virginia Furlani

Os apartamentos pequenos surgem pela necessidade de encontrar soluções para a escassez do solo, principalmente nas grandes cidades, e pelo incremento do preço do metro quadrado da área construída.

Trata-se de um problema relativamente novo. Na Europa, as moradias de dimensões reduzidas surgiram depois da primeira guerra mundial, no Brasil, elas chegaram um pouco depois, nas décadas de 50 e 60.

Casa Japonesa de dimensões extremamente reduzidas

As famílias mudaram de tamanho e de estilo, as residências também. É claro que, se analisarmos outras culturas, encontraremos na tradicional casa japonesa um admirável exemplo de flexibilidade, comodidade e ordem.

As casas flutuantes da Ásia e do norte do Brasil, assim como as ocas africanas e indígenas, também são exemplos de construções mínimas e espaços diáfanos polivalentes. O problema da intimidade é resolvido através de elementos têxtes e móveis.

Atualmente, as mudanças político-econômico-sociais levam à aparição de novos modelos habitacionais. Essa realidade nos obriga a pensar nas moradias mínimas e a encontrar alternativas ao programa de necessidades rígido que herdamos das gerações anteriores. A busca por caminhos novos leva à transformação dos espaços, à flexibilidade, à variedade e a mobilidade do mobiliário.

Muitas construtoras entregam apartamentos com 3 quartos, sala, cozinha e varanda em uma área de menos de 70m2. Esse programa, anos atrás, requeria o dobro da área. Por isso, precisamos pensar muito bem em cada coisa que iremos dispor. Nada pode estar colocado ao acaso, não existe lugar para o erro. Cada metro quadrado é de suma importância para o bem estar dos que ali habitam.

Chegamos a encontrar, principalmente em grandes centros urbanos, apartamentos tão pequenos que sua área total chega a ser menos de 40m2. Esses imóveis eram denominados kitenenetes nos anos 60 e 70, mas o termo acabou se tornando pejorativo e, atualmente, são mais conhecidos como estúdios.

Projeto Ana Virginia Furlani

Quebrar paredes e tornar o espaço o mais integrado possível é uma boa solução em apartamentos pequenos. A sensação de amplitude pode ser adquirida com a união da cozinha com a sala, da sala com a varanda. Portas de correr que podem se transformar em painéis também são uma boa pedida, pois dá a opção de integração e de separação, dependo da necessidade momentânea.

Nenhum espaço pode ser perdido e é comum que um mesmo mobiliário possua mais de uma função.

A cama pode ser dotada de gavetões,  pufes ou bancos podem ser caixas para guardar coisas. No quarto das crianças, podemos dispor de beliches, camas com bicamas, sofás camas. O espaço aéreo ganha mais importância e a altura do pé direito passa a ser primordial para um bom aproveitamento espacial.

Eletrodomésticos que realizem mais de uma função são uma ótima opção. Forno elétrico e micro-ondas ao mesmo tempo. Geladeira com freezer na parte de baixo. Cooktop de tamanho reduzido, até duas bocas, para aqueles que não cozinham com tanta frequência. Máquina de lavar e secar ao mesmo tempo. Estendedor de roupa retrátil. Separação de um ambiente para outro com estantes e armários.

Projeto Ana Virginia Furlani

Os móveis soltos devem ser de tamanho reduzido, caso contrário o espaço vai parecer ainda menor. É melhor se conformar com uma mesa pequena com quatro cadeiras, do que ter uma mesa maior e não ter mais nenhum espaço para circulação.

Um sofá menor e alguns banquinhos de apoio funcionam bem em situações de casa cheia. Além da diminuição do mobiliário, seu desenho deve ser o mais limpo possível.

Móveis carregados, pesados e escuros tornam o ambiente ainda menor. Espelhos são uma boa pedida, apenas cuidado para não abusar deles. O piso deve ser uniforme e sem muita informação. A iluminação deve ser racional e bem pensada, valorizando apenas aquelas peças essenciais.

Muitas cores, revestimentos e acabamentos diferentes diminuem o espaço, opte pelo mais simples e pela continuidade da linguagem em todos os espaços.

Cozinha aberta para sala de estar.

Os apartamentos pequenos vieram para ficar. Apenas devemos adequar o nosso mobiliário e nosso estilo de vida a essa nova forma de moradia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *